SINDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL

SINDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL

INCIDÊNCIA DA DOENÇA NO BRASIL
• estimativa de cerca de 10 a 15% dos brasileiros serem portadores de sii, mas apenas uma pequena porcentagem apresenta sintomas importantes

PROPORÇÃO ENTRE HOMENS E MULHERES
• a relação é de cerca de 2 mulheres para 1 homem

FAIXA-ETÁRIA PREDOMINANTE DOS PACIENTES
• adultos, na 3ª. a 6ª. década de vida

PRINCIPAIS SINTOMAS E MANIFESTAÇÕES DO QUADRO
• dor abdominal
• gases (flatulência) e/ou estufamento
• diarréia, constipação (intetsino preso) ou ambos

RECOMENDAÇÕES:
Embora não haja evidência de que algum alimento seja pior para sii, vale tentar retirar alguns itens da dieta e avaliar a melhora após a retirada de cada um:
• leite e derivados – se não houver possibilidade, prefira produtos feitos a partir de leite desnatado
• frutas cítricas – parecem ser produtoras de mais gases e podem piorar os sintomas
• outros produtores de gás a serem evitados – verduras cozidas (couve, acelga, etc), pimentão e grãos (feijão e lentilha, especialmente)
• alimentos apimentados
• quando possível, prefira alimentos à base de fibras
• tente sempre ingerir muita água
• atividades físicas ajudam no tratamento
• evitar stress
• comer mais devagar

COMO É O TRATAMENTO
• com mudanças na dieta, preferindo fibras e líquidos em quantidades generosas, além de diminuir a velocidade da alimentação e aumentar a quantidade e frequencia da alimentação. café, cigaro e álcool podem afetar sensivelmente a motilidade intestinal, aumentando os sintomas. pode ser necessária ajuda de nutricionista nessa fase.
• diminuição do stress, com técnicas de relaxamento e adequando atividades profissionais e principalmente a maneira de lidar com as adversidades – eventualmente é necessária a ajuda profissional de psicólogo ou psiquiatra
• realização de atividade física. aumentar o gasto de energia diminui consideravelmente o nível de stress e de sintomas da doença. a realização de exercícios moderados (não intensos) libera endorfinas fazendo a dor diminuir e faz esquecer os sintomas.
• medicações podem ser necessárias em alguns casos. fibras, antidepressivos, ansiolíticos e medicamentos para dor, além dos específico para sii podem ser usados sempre com auxílio de um médico.

O QUE COMER?
• fibras – verduras cruas, laranja com bagaço, mamão, aveia e outros cereais
• líquidos – água e chás facilitam a digestão e melhoram os sintomas. o chá de hortelã parece ter um efeito específico na siii. uma ou duas xícaras ao dia parecem, melhorar os sintomas na mesma proporção que alguns medicamentos.
• faça uma lista dos alimentos que fazem mal a você. a sua lista pode não ser igual à de outros pacientes que tenha a sii. é muito importante que você conheça as suas restricões alimentares. vá testando e anotando cada alimento. em pouco tempo voce deve ter uma lista suficiente para evitar a maioria dos sintomas indesejados.

O QUE EVITAR À MESA?
• alimentos produtores de gases e derivados de leite. leite, iogurte, queijos (aparentemente os queijos mais duros não são tão maléficos na sii), verduras cozidas, como couve e acelga, além de grãos, como lentilha e feijão.
• alimentos gordurosos, frituras, carnes muito cheias de gordura, embutidos (salsicha, lingüiça, salame e mortadela) fazem o intestino funcionar de maneira mais ineficiente e descoordenada, por isso devem também ser evitados
• chocolate, café, bebidas alcoólicas tornam o trânsito intestinal mais lento e aumentam os sintomas.
• bebidas com gás aumentam a sensação de empachamento

COMO COMER?
• não comer rápido. a sugestão é que se faça um prato e ele seja dividido em 4 partes iguais. cada parte deve ser consumida em torno de 6 minutos. só depois inicia-se a próxima parte. se foram utilizados apenas 3 minutos, espere-se os outros 3 para então iniciar a segunda parte.
• fracionar a alimentação, fazendo uma refeição menor a cada 3 horas. o intestino prefere refeições menores e mais frequentes, ao invés de pratos volumosos 2 vezes ao dia.

SUGESTÕES:
• para de fumar
• restringir o uso de bebidas alcoólicas
• ter horários regulares para alimentação, dedicando pelo menos 40 minutos para a refeição
• realizar atividades físicas, ioga, meditação ou relaxamento
• quando houver perspectiva de ansiedade, tipo compromissos profissionais importantes, ou quando vai sair com um namorado novo a primeira vez, evite esses alimentos que podem comprometer o seu bem-estar geral.
• deixe algum tempo diariamente para “esquecer da vida”. 20 a 30 minutos por dia lendo, brincando com filhos, jogando video-game podem ajudar no relaxamento e melhora dos sintomas.

ORIENTAÇÃO SOBRE EXERCÍCIO FÍSICO:
• a melhor recomendação de atividade física na sii são as atividades moderadas ou que incluam auto-controle, do tipo ioga, caminhada, pilates, pelo menos 3 vezes por semana.
• meditação pode ajudar a controlar os sintomas
• atividades físicas mais pesadas, tipo maratona, podem comprometer o seu bem-estar, causando diarréia

O QUE NÃO FAZER:
• muitos pacientes procuram ajuda diretamente na farmácia. muitas vezes saem de lá com um laxante ou uma medicação inadequada para diarréia. isso deve ser evitado já que medicações inadequadas devem agravar o quadro, e não melhorar.